Recomeço

31/12/2009

O tempo é cíclico.

As transformações são sutis. Se fossem abruptas seriam didáticas.

Os dias morreram para que pudessemos viver, elevou nossa consciência e questionou nossa moral. Não tenho os mesmos hábitos que tinha há dois anos atrás, nem tão pouco a mesma concepção de felicidade (sendo FELICIDADE conceito transitório e individual). O que tenho, que há dois anos também tinha, é meu tato para a amizade, é meu faro para o companheirismo, é minha dádiva celestial encarnada em um seleto número de corpos. O amor amadurece, isso é fato, mas minha meninice fica evidente nos planos que compartilho com o passado. Rejeitadas, vocês são minha razão de assumir tudo que fui, pois sem vocês talvez não tivesse coragem de olhar o meu passado com um sorriso na cara.

O tempo é cíclico. Sendo assim, gozo da criatividade de imaginar meu futuro como o presente está passando, pois tudo volta de onde partiu.

O primeiro recomeço nunca se esquece!

Anúncios

06/06/2007

tira600.gif

Mega sofreu mais uma rejeição, sem nem ao menos chegar a ter sido alguma coisa…
Um dia eu vou aprender a gostar só daquele que gosta de mim, a entregar o meu coração somente à coisas que eu ver futuro… Mas enquanto isso não acontece eu fico aqui, sofrendo horrores…

Se apaixonar por homens comprometidos é a pior besteira que qualquer um pode fazer. Se esse homem for apaixonado e fiel então, minha querida, se ferrou!!!

Tô muito triste, mas contando com o apoio de minhas rej´s queridas… Porque Mega está com medo de se tornar uma pessoa ainda mais fria.

A leveza da alma lavada…

Em que circunstâncias somos donas de toda a consciência que nos corroe os sentidos???

Hum… creio que o tempo todo. Mas se por acaso isso pesar em seus seios divide-a com as amigas.

Últimos acontecimentos fazem minhas forças serem, conscientemente, depositadas em uma amiga perdida e confusa. Mega está reabrindo seu humilde coração para os patifes futuros numa aposta ousada de coragem e mentiras.  Seus braços não alcançam meu auxílio, mas meu caminho traçado está em sua direção.

Mega sentemos e observemos os pássaros cantarem. Sua melodia é feliz e suave.

Renovar a felicidade é cantar outra melodia.

O Retorno será regado de companheirismo e solidariedade. Amigas levarão nas bagagens mais que histórias e experiências…

Querem saber a verdade?

Não passamos tempo algum “chorando o leite derramado”! A diversão é nossa convidada de honra e ela não se despede assim tão facilmente. Essas meninas de ouro, que passam tempo demais querendo o melhor não só para elas como para a família que encontramos, são o motivo único de tudo isso existir.

Toda regra tem uma ou mais excessões, mas as excessôes não são de todas uma regra. Nossos princípios são, acima de tudo, um estado de espírito. Consciência, interdição, amizade. Nada pelo o que sofremos é em todo uma dor incalculável, um desespero exarcebado. As nossas idealizações são reflexos de nossos desejos. A Noite das Rejeitadas é mais que um clube, é uma família disposta a lutar por sua honra. É nessa família que nossas maiores aventuras serão realizadas e nossos piores pesadelos compartilhados. Uma ambição de confraternizar a tristeza com a alegria que sentimos uma ao lado da outra. Alegria invejada. Por isso nos escondemos em camuflagens cômicas e, ao mesmo tempo, sérias. Mor, Mega, Ultra, Hiper e Super… cada uma com sua definição, apostando alto numa divertida época de nossas vidas. Não somos sensatas, nem tão pouco loucas. Somos o que precisamos ser a cada momento. Aventurem-se em nossos mistérios para podermos desvendar os seus.

Beijos

Oi e até logo.

03/05/2007

Eu sou a Mega e a minha definição (como a da Mor e da Ultra também) você pode encontrar na página “Rejeitadas”.

Resolvi começar o blog com um post bem Mega mesmo, assim vocês já me conhecem e decidem se me amam ou se me odeiam (odeio meio termo).

Estou numa fase bem… lazarenta mesmo da minha vida, sentimental, profissional, estudantil… Com uma vontade absurda de meter o pé em tudo, desistir, ficar trancada no meio quarto, meu refúgio, junto com meus bichinhos de pelúcia e escondida de tudo e todos que possam me machucar.

Tá, isso é um blog de humor, prometo que vou tentar me esforçar pra fazer rir. O problema é que eu estou numa fase que o riso vem com esforço, e assim não tem graça nenhuma.

Vou me afastar desse blog recém criado enquanto me recupero. As meninas vão continuar com o nosso legado.

Valeu a visita!!!!!!